segunda-feira, novembro 24, 2014

Nuno Crato, o experimentalista


Filomena Mónica
Expresso

1 comentário:

Anónimo disse...

Sr. Ministro Nuno Crato,
Já que é para ser a sério, para sair em beleza, devia retirar do ensino alguns raros senhores que sem qualquer formação académica dizem ser professores, não passando de uns comprovados incompetentes que nunca se interessaram por nada na vida. Uns espécimes tachantes em tudo semelhantes a este rapaz no Link abaixo, que tornam o ensino numa palhaçada, onde quem faz as coisas como deve ser, ou é burro ou estúpido.
http://www.publico.pt/mundo/noticia/nicolas-inventou-uma-vida-paralela-e-enganou-os-espanhois-1673455
Se existem personagens assim educação, é porque algures em linhas cinzentas mal explicadas, há espaço legal para estes espécimes, manipularem de acordo com os seus interesses, pessoas que os podem por nessa posição. E quem dera a muitos professores competentes e com formação adequada, estar na situação de alguns desses espécimes. Acabe com os cinzentismos mal explicados que permitem que os amiguismos na educação cheguem a tais descabimentos e saia com a graciosidade de quem fez alguma coisa bem feita, até porque a esmagadora maioria dos professores também não aprecia estes raros espécimes.
Já agora… sabe qual é problema da educação Portuguesa? O problema é que ninguém faz nada para resolver os problemas mais óbvios e evidentes. É só e simplesmente isso.
Se você é uma pessoa séria, como diz que é, seja.
Haja alguma vergonha na cara.